Arquivo da categoria: Vídeo

Projeto Representa Corisco na Virada Cultural 2017 São Paulo

representa corisco copia

Na Virada Cultural 2017 de São Paulo vai ter videomapping com o Projeto Representa Corisco, do VJ Eletroiman, no Centro, no Vale do Anhangabaú, mais precisamente na Igreja Santo Antônio / Patriarca.

O espetáculo de luzes e cores acontece do dia 20/05/2017, a partir das 20h, até o dia 21 clarear.

Coloque na sua agenda e prepare-se para se surpreender!!!!

13230282_1143878538967565_4602930130792861889_n
O Projeto Representa Corisco está em desenvolvimento desde 2003 e tem como objetivo propor reflexões críticas sobre as relações políticas e sociais nas grandes metrópoles contemporâneas. O projeto se caracteriza por uma narrativa audiovisual baseada em conceitos da cultura popular brasileira e ícones visuais relacionados com o universo do cangaço e um dos seus personagens: Corisco.
Evocar Corisco e o cangaço tem o intento de desenvolver uma ação política dentro do contexto contemporâneo e reinterpretar um passado recente, um universo de poesia e sobrevivência em um cenário desfavorável, como o da Caatinga.
representa corisco trilogy

VJ Eletroiman
Representa Corisco_VJ Eletroiman

Ricardo Cançado, aka VJ Eletroiman, formado em Comunicação (PUC-MG) e Artes Plásticas (UEMG), participou de diversos festivais em todo mundo: SIGNAL (PRAGA), DGTL (ES‏), Festival Primavera Sound (ES‏), LPM (IT), FIMG (ES‏), Festival Loop (ES‏), FILE (BR), Vision-R (FRA), ROBOT (IT‏), FADE (ES‏), Rio Mapping Festival (BR), Mapping Festival (SUI), VJ Torna (HUN), VJ festival (ALE), etc.

Além de seu trabalho artístico VJ Eletroiman também organiza o Festival Visual Brasil, www.festivalvisualbrasil.com e é realizador do projeto Videoteka, http://videoteka.telenoika.net. Colabora com os coletivos TELENOIKA, http://telenoika.net/, FOLCORE, http://folcore.org/ e United VJs.

VJ Eletroiman é vencedor do VJ Contest 2014 no Mapping Festival de Genebra e 2º lugar no Art Vision VJing Competition 2015 e na Categoria Mapping Modern 2016 no realizado em Moscou. Também é nove vezes primeiro colocado no VJ Torna (campeonato mundial de VJs): Istambul 2014, Capetown 2013, México 2013, Roma 2013, 2012 e 2011.

Formação
Graduado en el Programa de Estudios Independientes (PEI-MACBA) – Barcelona 2009
Graduado en el Master en Motion Graphics – Escuela BAU – Barcelona 2007
Graduado en el Curso de Especialización en 3D Studio Max en la Escuela 9 Zeros – Barcelona – 2007
Graduado en Artes Plásticas – Escuela Guignard – Brasil– Dez -2005.
Pos-graduado en Artes Plásticas y Contemporaneidad – Escuela Guignard – Brasil – JUN -2005.
Pos-graduado en Cine y Audiovisual Contemporáneo – Especialización en Dirección de Fotografía – PUC MG – Brasil – DEZ 2003.
Graduado en Comunicación – Especialización en Publicidad – PUC MG – Brasil – DEZ 2002.
Graduado en el Curso de Comunicación Visual – INAP (Instituto de Arte y Proyecto) – BH – Brasil – 1999 – JUN 2001.

Realização
Prefeitura da cidade de São Paulo
Secretaria Municipal de Cultura

 Produção
Aquarela Brasileira
Faça contato: faleaquarela@gmail.com

São Paulo em palavras – Capítulo à parte

Programa Capítulo a parte da TV Câmara São Paulo com o escritor Wagner Merije, organizador do livro “São Paulo em Palavras”.
Exibido em 25/01/2017, dia do aniversário de 463 anos da cidade de São Paulo

Saiba mais sobre o livro aqui

Série Pelas periferias do Brasil – Literatura

SINOPSE

Série de seis episódios sobre literatura periférica ou marginal brasileira, apresentada pelo escritor, cineasta e ativista cultural da periferia, Alessandro Buzo, inspirada na coleção de livros “Pelas periferias do Brasil” (sexto volume sendo lançado em setembro de 2016).

 pelas-periferias-do-brasil-vol-6_livroempe_promo

SOBRE O PROJETO

Um mergulho na literatura produzida à margem da sociedade, nas bordas. Chamada por uns de literatura marginal, periférica, divergente, é só literatura brasileira, de qualidade.

Minas, manos, mestras, mestres, griots, de caneta em punho (e outros meios usados para registrar ideias, como mais recentemente o celular) apresentam as alegrias e as dores do povo da periferia.

“Pelas periferias do Brasil”, organizada por Alessandro Buzo, é uma das coleções literárias mais conceituadas pela continuidade – seis volumes – e pelos grandes nomes da literatura da periferia que por ela já passaram.

A literatura brasileira é mais potente do que a academia comporta. O público das margens já estão despertos para isso e desejam ver seus autores preferidos aparecendo na telas, sendo valorizados e reconhecidos.

Embarque nessa viagem pelas periferias desse Brasil tão diverso.

Trata-se de uma série de estrada, brasileira, reveladora.

Alessandro Buzo vai ao encontro de escritores e escritoras em várias partes do Brasil. Nos cenários das periferias do Brasil escritores e escritoras leem seus trabalhos, falam de suas inspirações e de seus sonhos.

Em cada episódio o grupo representado faz ponte com o próximo grupo (próximo episódio – elipse), mostrando a rede entre coletivos e ativistas que fazem da literatura à margem uma grande força da cultura brasileira – muito pouco mostrada ou compreendida.

 

FORMATO

Série em seis (06) episódios de 30 minutos cada

EQUIPE

Alessandro Buzo tem 44 anos, nascido e criado no Itaim Paulista, extremo da zona leste de São Paulo. Em 2000, lançou independente o livro “O Trem – Baseado em fatos reais”. A partir daí mudou sua trajetória. Hoje, Alessandro Buzo é autor de 12 livros, entre eles “Guerreira”, “Hip Hop – Dentro do Movimento”, “Favela Toma Conta 1 e 2”, “Ruas de Fogo”. Esse livro em suas mãos é a décima coletânea literária que organiza, 6 volumes da coleção “Pelas Periferias do Brasil” e 4 volumes da coleção “Poetas do Sarau Suburbano”. Idealizador e apresentador do Sarau Suburbano, às terças na Livraria Suburbano Convicto (Bixiga, São Paulo) e uma vez por mês no bar Cartola, em São Sebastião, litoral norte SP. Diretor (com Toni Nogueira) do filme “Profissão MC” (ficção, 2009, 52 min), disponível no Youtube. Apresentou o quadro “Buzão – Circular Periférico” por 3 anos no Programa “Manos e Minas” da TV Cultura (2008/11). De setembro de 2011 a setembro de 2014, apresentou o quadro “SP CULTURA” no Jornal SPTV 1ª edição da Rede Globo, quadro semanal sobre a cultura da periferia. Apresenta em seu canal no YouTube o programa “Suburbano Entrevista” com personalidades do universo cultural brasileiro. Organiza desde 2004 o evento “Favela Toma Conta”, até aqui 29 edições realizadas. Pai do Evandro Borges (16 anos) e casado há 17 anos com Marilda Borges, que é sua produtora e fotógrafa. – APRESENTAÇÃO / PRODUÇÃO

Wagner Merije é escritor, jornalista, roteirista, diretor, curador, compositor e empreendedor cultural e social. Tem trabalhos lançados no Brasil e no exterior, parcerias com grandes artistas e alguns prêmios na bagagem. Atuou na produção, roteirização e direção dos DVDs “O Universo Musical de Raul de Souza” (2012, DVD-CD, selo Sesc), “Marku Ribas ao vivo” (2007, DVD, Itaú Cultural), “Coletivo Universal ao vivo na Paulista” (2008-2010, Itaú Cultural) e “Merije – Feito durante o dia” (Aquarela Brasileira, 2012). Participou do premiado documentário “Beyond Ipanema: Ondas Brasileiras na Música Global”, apresentado em mais de 30 países, em festivais de música e cinema. O filme estreou no MoMA, em Nova York, em 2009, e ganhou prêmios de melhor filme no Festival Brasileiro de Vancouver e de Miami. Transformado em série de TV com 13 episódios, estreou em 2013 no Canal Brasil. Como produtor do músico e ator Marku Ribas, tem no currículo os filmes “Chega de saudade” (Dir. Laíz Bodanski, 2008), “Batismo de sangue” (Dir. Helvécio Ratton, 2006) e “Broder” (Dir. Jefferson De, 2010). Dirigiu, produziu e roteirizou os musicvideos “Ontem” (VAN, 2015), “Cada um é parte do coletivo” (2013), “O futuro é de quem sonha” (2013), “Peopleware” (2011), “Coragem” (2011), “Sweet São Paulo” (2010/2011), “Deus criou o beat” (2010), “Mil Maravilhas” (2005), “Sambampler” (2005), entre outros trabalhos. Criou e coordena o projeto MVMob – Minha Vida Mobile, que capacita estudantes e educadores para produção de conteúdos audiovisuais com celulares. Como jornalista, apresentador e roteirista, trabalhou para veículos no Brasil e no exterior. É autor dos livros “Cidade em transe” (2015), “Turnê do Encantamento” (2009), “Torpedos” (2011), “Mobimento: Educação e Comunicação Mobile” (2012, Ed. Peirópolis, Finalista do Prêmio Jabuti 2013) e “Viagem a Minas Gerais” (2013/14). É diretor artístico do músico Raul de Souza. Recebeu os prêmios Sesc Sated (2003), Prêmio Tim da Música Brasileira (2005), Rumos Itaú Cultural (2008), Inovação Educativa Fundação Telefônica – OEI (2011), Prêmio da Música Brasileira (2013)­­­­. Mantém o site www.merije.com.br – DIREÇÃO / ROTEIRO / PRODUÇÃO

Fábio Bardella é formado em Jornalismo e atua como diretor, fotógrafo e montador independente. Como produtor participou dos projetos: “Vips” (O2 Filmes, 2011), “fdp” (Pródigo filmes/HBO, 2012), “As melhores coisas do mundo” (Gullane Filmes, 2012). Como fotógrafo assinou os documentários “The Best of Lambada” (Yuri Amaral, 2013, 16º Festival de Tiradentes) e “Escola das Águas” (Juliana Vicenti, 2013, Canal Futura). Integrou a equipe de fotografia dos longas: “Tudo por Amor ao Cinema” (Aurélio Michiles, 2014, É Tudo Verdade, Fest de Brasília), “Anna K” (José Roberto Aguillar , 2014, Fest. Latino Americano), e da série “A História da Alimentação Brasileira” (Eugênio Puppo, 2017), entre outros trabalhos. Estreia na direção com os curta-documentários “Estação Bahia” ( 2012, 23º Curta Cinema RJ, FIIK, FAB, Visões Periféricas). Dirigiu, fotografou e montou os longas-metragens “Osvaldão” (doc, 2014, Mostra Internacional de São Paulo e Sesc Melhores Filmes 2016) e “Através” (Fic, 2015, 41º Festival de Huleva – Espanha, 48º Festival de Brasília, Fest. Latino Americano), longas que entraram em circuito comercial em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, BH e outras capitais. Está lançado seu segundo curta, “Armazém do Limoeiro” (2016), sete anos após a filmagem. – DIREÇÃO / FOTOGRAFIA / MONTAGEM

 

PRODUÇÃO

Aquarela Brasileira Imagens

Suburbano Convicto Produções

Realqualquer

aquarela_logo-final-recortado_baixa               

 

 

CONTATOS

faleaquarela@gmail.com

Marião vai a New York

Em construção

Ontem, videoclipe da cantora Van

Videoclipe da música “Ontem” – cantora Van

A música faz parte do primeiro EP da cantora, batizado “Daqui pra frente”.

Informações técnicas

Artista: Van (Vanessa Farias)
Álbum: Daqui pra frente (EP)
Direção:  Merije / Vanessa Farias
Roteiro: Vanessa Farias / Merije
Câmera: Merije
Edição: Léo Teixeira
Styling: Letícia Grossi
Assistente de produção: Antonio Pereira

Produção: Aquarela Brasileira / Van Music

Ouça Van em: http://www.soundcloud.com/vanmusicofial
Facebook:  http://www.facebook.com/vanmusic.oficial

Van_Cd com guitarra

aquarela brasileira_logo_final

Aquarela Brasileira Imagens

Imagens em movimento nos fascinam!

Aquarela Brasileira Imagens  é uma criadora e produtora de conteúdos audiovisuais. Criatividade e ousadia são mantras por aqui.

Trabalhamos com portais de internet, canais mobile, cinema, televisões, projetos indoors e eventos privados e corporativos.

Desenvolvemos projetos próprios, como filmes, séries, programas especiais, DVDs e também trabalhamos com pessoas jurídicas e físicas.

Contrate-nos para:

* Registro fotográfico e videográfico de eventos em geral;

* Produção de vídeos institucionais;

* Fotos e vídeo de divulgação de produtos e serviços;

* Criação e produção de videoclipes e videopromos;

* Criação e desenvolvimento de novos projetos audiovisuais, como programas para youtube, vimeo, celular, televisão e cinema.

Se você quer um orçamento, podemos lhe ajudar em todo o processo, do roteiro ao produto final.

Faça contato: faleaquarela@gmail.com

Ontem, primeiro musicvideo da Van

Já está quase pronto o primeiro musicvideo (videoclipe) da cantora Van.
A música escolhida foi “Ontem”.

Foto: Merije
Foto: Merije

As filmagens foram feitas na Avenida Paulista e na Rua Augusta de forma bem descontraída, simulando um clima “noir” para um tema que fala de liberdade e libertação.

Produção: Aquarela Brasileira

Foto: Lelê Grossi
Foto: Lelê Grossi

Aquarela Brasileira e MVMob juntos

É uma parceria antiga e agora se torna oficial.
A Aquarela Brasileira administrará alguns serviços e cuidará da gestão de alguns projetos do MVMob – Minha Vida Mobile.
O MVMob é um projeto bem-sucedido, realizado em vários estados do Brasil, e essa parceria valoriza ainda mais o trabalho da Aquarela Brasileira.

MVMOB_logo FINAL alta

CELULAR: “DE VILÃO A ALIADO”

O projeto Minha Vida Mobile – MVMob capacita estudantes e educadores para produção de conteúdos audiovisuais com celulares, bem como para o uso das TICs para integrar escolas e comunidades em projetos multimídias de construção e compartilhamento de conhecimento.
As atividades do MVMob geram exercícios de interpretação, síntese, categorização, criticidade, organização, relação grupal, autonomia, criatividade, num processo de articulação da alfabetização visual com os saberes da prática social dos educandos. E tudo isso de uma maneira mais prazerosa e envolvente para os estudantes, pois inclui um objeto que faz parte da sua cultura cotidiana e com o qual eles têm intimidade: o celular.

MobinhonaEscola

Construção Interativa de Conhecimento
O MVMob realiza oficinas práticas de produção de vídeos, fotos, áudios e notícias com o celular, produz tutoriais e materiais de subsídio pedagógico, organiza mostras itinerantes de trabalhos criados por estudantes e educadores e premia os participantes mais destacados.
Além disso, disponibiliza um portal em forma de rede de aprendizagem interativa e intercâmbio cultural aberto e gratuito, acessível no endereço www.mvmob.com.br Trata-se de ambiente de aprendizagem online (em expansão), com conteúdos educativos e que pode ser acessado pelo celular ou do computador, de qualquer lugar, a qualquer hora, para aprender, ensinar, compartilhar e conhecer experiências de participantes de várias partes do país.

Ligando o Mobinho_250211

Inclusão criativa e democratização do acesso
O MVMob trabalha com metodologias, linguagens e conteúdos para estudantes e educadores de realidades diversas. O público participante, inicialmente, era formado por estudantes e educadores do ensino médio. Contudo, no desenvolvimento do projeto, foram surgindo oportunidades para trabalhar com outros públicos. Assim, os horários, a linguagem e a metodologia foram flexibilizados para garantir a participação dessa diversidade.
Dessa forma, passamos a trabalhar com os seguintes públicos: Educação de Jovens e Adultos (EJA), LGBTTS, terceira idade, universitários, trabalhadores de museus e participantes de festivais de cinema.

18052010445

Para viabilizar a participação gratuita e aberta, o projeto conta com o incentivo das leis de incentivo à cultura e de parcerias com a iniciativa privada e o governo.
O MVMob – Minha Vida Mobile foi criado em 2005 em Minas Gerais para oferecer subsídios teóricos e práticos para que educadores e estudantes incorporassem o uso das linguagens midiáticas no cotidiano da escola, como ferramentas de complementação ao processo de ensino-aprendizagem.
De 2008 a 2012 o MVMob contou com patrocínio da operadora de celulares VIVO, através das Leis de Incentivo à Cultura estaduais. A partir daí o projeto começou a ser ampliado e levado para vários estados, como São Paulo, Bahia, Pernambuco, Pará, Goiás, Rio Grande do Sul, Ceará, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Tocantins, Mato Grosso, entre outros.

Com a seriedade da proposta de trabalho e ações efetivas, o projeto foi reconhecido em 2011 como “Inovação Educativa” pela Fundação Telefônica, em parceria com o Instituto para o Desenvolvimento e a Inovação Educativa da OEI (Organização dos Estados IberoAmericanos).

GaleraMVMobnoRedeLab_250220112281

LINKS
www.mvmob.com.br

MVMob na GloboNews: www.mvmob.com.br/trabalho#!mvmob-na-globonews-programa-navegador

Mini-doc sobre a história do MVMob: www.mvmob.com.br/trabalho#!doc-mvmob-instrumento-de-transformacao-social-its

Livro “Mobimento – Educação e Comunicação Mobile”:
www.mvmob.com.br/noticias#!mobimento-educacao-e-comunicacao-mobile

MobinhoRodrigoeRaul_240220112259


PEQUENO RAIO X DO MINHA VIDA MOBILE

Prêmio “Inovação Educativa” pela Fundação Telefônica em parceria com o Instituto para o Desenvolvimento e a Inovação Educativa da OEI (Organização dos Estados IberoAmericanos).

Mais de 1.500 escolas cadastradas participantes

Estados onde as atividades do projeto estão sendo desenvolvidas: Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Pernambuco, Goiás, Tocantins, Santa Catarina, Mato Grosso, Ceará, Pará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, entre outros

As oficinas e outras atividades do MVMob já foram realizadas em cerca de 150 municípios do país

Cerca de seis milhões de pessoas atingidas pelas ações e repercussão na mídia

Mais de 150 oficinas gratuitas ministradas

Mais de 7.000 pessoas capacitadas (estudantes, educadores, atores, profissionais de artes cênicas, profissionais de museus, pais de alunos e agente multiplicadores)

Mais de 6.000 participantes inscritos (de todo o Brasil) no portal, na rede de aprendizagem interativa e intercâmbio cultural www.mvmob.com.br

Mais de 4.000 vídeos, 5.000 fotos e 500 peças de áudio produzidas pelos participantes

Mais de dois milhões e meio de reais em retorno de mídia espontânea – nacional

ALGUNS RESULTADOS ALCANÇADOS

Novos olhares para o papel das TICs na educação a partir da experiência do uso dos dispositivos na construção e expressão de saberes, em diferentes linguagens. Contrapondo a prática de receptor passivo de informações das mídias.

Ruptura do paradigma de quê o professor deve ser o detentor do saber e não pode contar com os saberes prévios e técnicos dos seus alunos na construção colaborativa do conhecimento.

Experiências efetivas da Educação em direitos humanos inserida no currículo escolar: trabalhos sobre sexualidade, diversidade étnicorracial, gênero, educação socioambiental, violências, direito à educação, dentre outros.

Experiências da força expressiva e criativa de educadores e educandos, que colaboram para a ação transformadora

Metodologias, linguagens e conteúdos para estudantes e educadores de realidades diversas: estudantes e educadores do ensino médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), LGBTTS, terceira idade, universitários, trabalhadores de museus e participantes de festivais de cinema.

PRINCIPAIS PRODUÇÕES

•Materiais de subsídio pedagógico produzidos e distribuídos nos espaços de formação e disponibilizados para download no portal;

• 6 DVDs (MG, BA, SP) que reúnem Mostras Culturais das produções realizadas;

•Portal de educação e cultura do Brasil, disponível para consulta, socialização e intercâmbio de trabalhos de diferentes temas e linguagens.

•Livro Mobimento: Educação e Comunicação Mobile, de Wagner Merije . São Paulo: Peirópolis, 2012 – Finalista do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Educação

•3 Manuais e Guias, 3 edições da Revista Universo Pictórico

aquarela brasileira_logo_final

Aquarela Brasileira é um ateliê multimídia que desenvolve projetos sustentáveis nas áreas de Cultura, Educação, Esporte, Tecnologia, Empreendedorismo e Meio Ambiente para ajudar estudantes, educadores, criadores, governos e empresas a construir um mundo melhor.

Aquarela Brasileira Livros - saiba mais

Aquarela Brasileira Imagenssaiba mais

Aquarela Brasileira Musicsaiba mais

 Aquarela Brasileira Exposições – em breve

Conheça a Aquarela Brasileira Multimidia.
Navegue pelo nosso website e descubra um mundo de possibilidades.

Faça contato conosco: faleaquarela@gmail.com

 

São Paulo/SP – Brasil

MVMob na GloboNews

No Programa Navegador da GloboNews, em 25/02/2014, o escritor, criador, apresentador Hermano Vianna indicou o livro “Mobimento”, de Wagner Merije, e o site do Minha Vida Mobile (www.mvmob.com.br) como dicas para educadores que pretendem ressignificar o uso dos celulares nos espaços educativos. Superar o uso do objeto de consumo para um colaborador na construção e socialização de conhecimento.

Está aí o link:
http://g1.globo.com/globo-news/navegador/videos/t/todos-os-videos/v/livro-mobimento-incentiva-o-bom-uso-do-celular-nas-salas-de-aula/3171502/ – See more at: http://www.mvmob.com.br/trabalho#!mvmob-na-globonews-programa-navegador