Arquivo da tag: educação

VAMOS CONVERSAR com Maria João Cantinho

Vamos Conversar_Maria João Cantinho_cartaz_redux

VAMOS CONVERSAR é uma série de conversas com personalidades da literatura

No dia 25 de maio de 2021 o Centro Cultural Penedo da Saudade, do Instituto Politécnico de Coimbra, dá prosseguimento ao projeto Vamos Conversar, um ciclo de conversas e debates com personalidades da literatura.
O projeto visa estimular reflexões sobre a cultura e a educação com o objetivo de potencializar novos fluxos de interação e criação nesta tão importante e admirada cidade. Também busca fazer desses encontros ágoras de troca de ideias entre os convidados e o público, de modo que todos sintam-se acolhidos e valorizados, e que o debate gere conhecimento e transformação.
Trata-se de uma realização do Centro Cultural Penedo da Saudade e co-organização da Aquarela Brasileira Multimedia.
A convidada de maio é Maria João Cantinho, professora, ensaísta e poeta.
A conversa terá transmissão em direto pelo facebook do Centro Cultural Penedo da Saudade.

Vamos Conversar 2 – Literatura, Melancolia e Revolução: Uma conversa com Maria João Cantinho
Dia: 25 mai. 2021
Hora: 18:00 (Lisboa)

Entrar na reunião Zoom

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/81981545734?pwd=TFVjeGo4WVJYQWtHMEVRWHNVVDVOdz09

ID da reunião: 819 8154 5734
Senha de acesso: 705781

Sobre o Centro Cultural Penedo da Saudade
Inaugurado em 18 de janeiro de 2019 e integrado no projeto cultural do Instituto Politécnico de Coimbra, o Centro Cultural Penedo da Saudade tem como objetivo primordial contribuir para o enriquecimento cultural da comunidade deste Instituto numa complementaridade do que é já a produção cultural das suas unidades orgânicas. Também visa promover a partilha de eventos culturais e artísticos em Coimbra, quer através do reforço da divulgação quer, mesmo, através de intercâmbios. Encontra-o na zona do Penedo da Saudade, com uma bela vista da cidade.

Sobre a convidada
Maria João Cantinho nasceu em Lisboa em 1963. Professora, ensaísta e poeta, tem várias obras publicadas, no âmbito da ficção, da poesia e do ensaio. Foi finalista em 2006 no Prémio Telecom, em 2016 foi galardoada com o Prémio Glória de Sant’Anna pelo livro «Do Ínfimo» e em 2020 foi premiada com o Prémio PEN Clube Português na modalidade de ensaio. É membro do Pen Clube Português, da APE e da APCL. Publica regularmente em revistas académicas e literárias. É editora da Revista Caliban.

Sobre o mediador
Wagner Merije é jornalista, escritor, editor e gestor cultural envolvido com projetos ligados à cultura, educação e meio ambiente em países como Brasil, Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Estados Unidos. É investigador na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Como jornalista, passou por redes de TVs, rádios, jornais, revistas e sites no Brasil, Inglaterra e Portugal. Como autor tem nove livros publicados, de ficção, não ficção, e dezenas de outros como editor, incluindo obras de Fernando Pessoa, Luís Vaz de Camões, Florbela Espanca, Mário de Sá-Carneiro, Camilo Pessanha, João José Cochofel, entre outros.

Maiores informações: faleaquarela@gmail.com

Conhece-te a ti mesmo_Wagner Merije

Conhece-te a ti mesmo_capa promo

Conhece-te a ti mesmo – Pensamentos e Práticas à Procura de Novas Primaveras, de Wagner Merije, elabora questões sobre educação, comportamento humano, justiça, equidade, descolonização da mente e propõe ações para construir o futuro

Esta obra inaugura a coleção Educação, Pensamento & Ação, que pretende apresentar aos leitores jovens e aos maduros questões importantes e que precisam ser melhor debatidas em busca de soluções conjuntas para o bem do coletivo. “A educação necessita tanto de forma técnica e científica como de Humanidades, sonhos e utopias”, e Paulo Freire estava certo também quando disse que “ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”.

Wagner Merije, autor desta obra e criador e editor da coleção, inicia trazendo-nos palavras dos oráculos, essa ponte entre o ser, o vir a ser e o pode ser.
“Os seres humanos estão confusos, tremem perante os monstros que criaram e parecem não entender de onde vieram, com quem compartilham o mundo e para onde vão” – não é isto uma perfeita síntese do mundo em que vivemos, com malévolos vírus, pérfidos governantes e escusos interesses?

Para obter algumas pistas, Wagner Merije visita os oráculos e faz interessantes analogias, identificando-se com estas figuras descritas nos mitos, como aqueles que se situavam entre os dois mundos, o terreno, limitado, e o eterno, ilimitado.
Daí o título do livro, recordando a citação do templo de Apolo em Delfos, “conhece-te a ti mesmo”. Tal como o seu inquisidor, o oráculo é um pensador de ação, “pensamentos exigem práticas”, profetiza. E enumera algumas propostas, a título de exemplo.

Sem uma determinada organização e elevado instinto de justiça e solidariedade, muitas vidas continuarão sendo perdidas. Ao mesmo tempo, somos seres plurais, o universo é composto de muitas vidas, e só o respeito mútuo permitirá a comunhão dessas vidas no Planeta Terra. Daqui a um tempo muitos de nós recordarão que houve um grande período de confinamento e que bilhões de pessoas foram obrigadas a parar, observar e refletir sobre o mundo e a vida. Trancados em casa por dias e dias (quem pôde, enfim), muita gente se viu a mensurar o valor das amizades, das companhias, da simplicidade, ao invés de contar quantas roupas ou sapatos, quantos carros ou privilégios que o dinheiro poderia comprar.

Eis um convite para ler estas páginas e refletir a sério sobre questões fundamentais, que vão de encontro ao desejo ou ao projeto de rever pensamentos e práticas, linguagens e atitudes. Aguardemos que elas tragam tempos menos cinzas e isolados. As novas primaveras.

O dia escolhido para apresentação da obra é o dia 05 de Maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa.

O e-book encontra-se disponível para o público geral através de download gratuito no link www.aquarelabrasileira.com.br/conhece-te-a-ti-mesmo_wagner-merije: Conhece-te a ti mesmo_Wagner Merije_ebook

Ajude a divulgar este livro entre seus amigos e suas redes de contatos. Partilhe! Que o conhecimento circule livre e acessível para tod&s.

SOBRE O AUTOR
Wagner Merije (Wagner Rodrigues Araújo) é educador, jornalista, escritor, editor, gestor cultural e criador multimedia envolvido com projetos ligados à cultura, educação, meio ambiente e cidadania. Suas reflexões sobre a condição humana vêm aparecendo nos últimos anos em livros, filmes, discos, exposições, peças de teatro e dança, e em conversas e palestras ao redor do mundo. É investigador na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Escreve para adultos, jovens e crianças e publicou diversos livros, incluindo O Cotovelo Kovid (2020), Psyche & Hamlet vão para Hodiohill (2019), Astros e Estrelas – Memórias de um jovem jornalista em Londres (2017), Cidade em transe (2015), Viagem a Minas Gerais (2012), Mobimento – Educação e Comunicação Mobile (2012) – finalista do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Educação, Torpedos (2011), Turnê do Encantamento (2009), dentre outros. Organizou e editou dezenas de livros, entre os quais estão obras de Fernando Pessoa, Luís Vaz de Camões, Florbela Espanca, Mário Sá-Carneiro, Camilo Pessanha, João José Cochofel, e títulos como Propostas Novas para Novos Mundos, Coimbra em palavras, Coimbra em imagens, São Paulo em palavras, São Paulo em imagens, Pelas periferias do Brasil: vol. VI, dentre outros.  www.merije.com.br

DADOS DO LIVRO
Título: Conhece-te a ti mesmo – Pensamentos e práticas à procura de novas primaveras
Autor: Wagner Merije
Editora: Aquarela Brasileira Livros
Gênero: Educação, Ensaio
Formato: 11,5 x 15,5 cm
Número de páginas: 52
ISBN: 978-65-86867-08-4
DL: 482521/21
Web: www.aquarelabrasileira.com.br/conhece-te-a-ti-mesmo_wagner-merije
Encomendas livro impresso: faleaquarela@gmail.com

Conheça nosso catálogo em
www.aquarelabrasileira.com.br/aquarela-brasileira-livros

 

Aquarela Brasileira Livros
Livros são Incríveis! A gente ama!
Brasil – Portugal
www.aquarelabrasileira.com.br/aquarela-brasileira-livros
www.facebook.com/aquarelabrasileira
faleaquarela@gmail.com

VAMOS CONVERSAR com António Carlos Cortez

Vamos Conversar_António Carlos Cortez_cartaz_page-0001

 

VAMOS CONVERSAR é uma série de conversas com personalidades da literatura.

O projeto visa estimular reflexões sobre a cultura e a educação com o objetivo de potencializar novos fluxos de interação e criação nesta tão importante e admirada cidade.

Esta iniciativa busca fazer desses encontros ágoras de troca de ideias entre os convidados e o público, de modo que todos sintam-se acolhidos e valorizados, e que o debate gere conhecimento e transformação.

Trata-se de uma realização do Centro Cultural Penedo da Saudade e coorganização da Aquarela Brasileira Multimedia.

Com as limitações de contato social devido à pandemia, a conversa com António Carlos Cortez, poeta, ensaísta e professor, foi transmitida em direto pelo facebook do Centro Cultural, no dia 25/04/2021.

Sobre o CCPS
Inaugurado em 18 de janeiro de 2019 e integrado no projeto cultural do Instituto Politécnico de Coimbra, o Centro Cultural Penedo da Saudade tem como objetivo primordial contribuir para o enriquecimento cultural da comunidade deste Instituto numa complementaridade do que é já a produção cultural das suas unidades orgânicas. Também visa promover a partilha de eventos culturais e artísticos em Coimbra, quer através do reforço da divulgação quer, mesmo, através de intercâmbios. Encontra-o na zona do Penedo da Saudade, com uma bela vista da cidade.

Sobre o convidado
António Carlos Cortez nasceu em Lisboa, em 1976. Poeta, ensaísta e crítico literário, colaborador permanente de diversas publicações (Jornal de Letras, Público e de revistas da especialidade, como a Colóquio-Letras, da Fundação Calouste Gulbenkian, e a Relâmpago, da Fundação Luís Miguel Nava, entre outras), é professor de Português e Literatura. É investigador do CEHUM – Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho. Publicou o seu primeiro livro de poesia em 1999. Recebeu em 2011, com Depois de Dezembro (Licorne), o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores para melhor livro de poesia publicado em Portugal em 2010. Na sua obra destacam-se os seguintes livros: O Nome Negro (2013), Animais Feridos (2016) e a antologia A Dor Concreta (2016), vencedora do Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes da Associação Portuguesa de Escritores em 2018. É ainda autor de Voltar a Ler, compilação de ensaios e crítica literária, e de Poética com Dicção – 16 Poetas Brasileiros para ler hoje, publicado no Rio de Janeiro e em Lisboa, na editora gato bravo. Tem obras publicadas no México e no Brasil e está incluído em várias antologias de poesia em Portugal e no estrangeiro. Com o livro Jaguar (Dom Quixote, 2019) venceu o Prémio Literário Ruy Belo de 2020. Seus lançamentos mais recentes são os livros Crítica Crônica (Guerra e Paz, 2021) e Skin Deep (Húmus, 2021). Foi consultor do Plano Nacional de Leitura (2010-2016) e atualmente é consultor do Plano Nacional das Artes. É membro da direção do PEN Clube Português e conselheiro para a leitura do Clube UNESCO. Ainda neste ano, serão publicados três livros: o primeiro romance, Um Dia Lusíada (a sair na Caminho), a reunião da sua obra de poesia (1996-2021), intitulada Novos Demônios Antigos Ritos (pela Imprensa Nacional) e Diamante (poesia, com chancela da Dom Quixote).

Sobre o mediador
Wagner Merije é jornalista, escritor, gestor cultural e criador multimedia envolvido com projetos ligados à cultura, educação, meio ambiente e cidadania em países como Brasil, Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Estados Unidos. É investigador na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Como jornalista, passou por redes de TVs, rádios, jornais, revistas e sites no Brasil, Inglaterra e Portugal. Como autor tem nove livros publicados, de ficção, não ficção, e dezenas de outros como editor, incluindo obras de Fernando Pessoa, Luís Vaz de Camões, Florbela Espanca, Camilo Pessanha, João José Cochofel, entre outros.

 

O Cotovelo Kovid

 O COTOVELO Kovid_capa3D

O Kotovelo Covid, novo lançamento da Aquarela Brasileira Livros, emociona, encanta e ensina crianças e famílias

Para as crianças, uma boa história pode marcá-las para sempre. Os bons livros têm a capacidade de emocionar, encantar e ensinar. O Cotovelo Kovid é um desses livros perfeitos para os miúdos de todas as idades, pois apresenta uma história cheia de imaginação que toca o coração e ajuda crianças, mães, pais, familiares, professoras e professores a lidar com as dificuldades de forma lúdica.

Divertido e imaginativo, conta as aventuras de um cotovelo muito amigo, que está sempre pronto para brincar e nos proteger. Ficou curioso/a? Pois prepare-se para se apaixonar por uma turminha cheia de amor e consciência.

Em suas páginas coloridas o livro propõe uma conversa interessante sobre os tempos de pandemia, os cuidados com a saúde e a proteção de cada um e do coletivo.

Algumas das opiniões que nos chegam traduzem o encanto que gera esta obra elaborada com sensibilidade e amor:

Amei!!! Linguagem instigante, que propicia a imaginação e permite a expressividade. Abordagens que trazem para o universo infantil questões que mudaram abruptamente hábitos sociais. O distanciamento (para as crianças, as festinhas de aniversário são verdadeiros acontecimentos), a ansiedade, a necessidade de atividades físicas, o cuidado diário,  as perdas de entes queridos, dentre outras situações que podem gerar tantas dúvidas e inquietações, são tratadas de forma leve… Parabéns pela sensibilidade, por possibilitar aos pequenos uma alternativa de companhia, sendo esta, parte do próprio corpo. Imagino o impacto positivo nas vidas das famílias, como O Cotovelo Kovid trará auxílio aos adultos nas tentativas de explicações. As ilustrações, tão delicadas e perfeitas! Encantada também com a descrição dos envolvidos. Gratidão! Viajei com o livro!
Andrea Gomes – pedagoga (Brasil)

Fantástico!
Joana Vila Nova – professora Jardim de Infância da Universidade de Coimbra, mãe (Portugal)

Além de ser um tema atual, o livro dá indicações sobre as regras a cumprir na situação com que infelizmente nos vemos confrontados. Por outro lado uma das disciplinas do currículo chama-se Cidadania e Desenvolvimento e um dos temas a trabalhar prende-se com os riscos em geral e desta pandemia em particular, pelo que poderá servir de base de trabalho para explorar esse tema. Nesse sentido gostaria de lhe pedir autorização para poder divulgá-lo junto aos alunos da turma e até da escola. Cumprimentos,
Alfredo Martins – educador, coordenador de Português (Portugal)

Ahhh que ideia linda! É isso aí, transformar o caos em organização criativa.
Parabéns! Adorei! Dora, já estreando na literatura.
Graziela Andrade – mãe, escritora, professora, artista plástica (Brasil)

O livro está muito legal, parabéns, o texto é muito gostoso. Uma delícia fazer dobradinha com os filhos.
José Santos – escritor, pai (Brasil)

Sensacional! Lindo! Delicado! Belo!
Rômulo Garcias – ilustrador, escritor, pai (Brasil)

Com este primeiro lançamento infantil, a Aquarela Brasileira Livros vem, com respeito às crianças e aos jovens, aos autores e ilustradores, contribuir para a formação, o ensino e o entretenimento de seu público infanto-juvenil. Acreditamos no futuro com mais cuidados, cores, pluralidade, e a educação é a base de tudo. Empenhamos em produzir obras que respeitem a sensibilidade de nossos leitores e leitoras, desde a mais tenra idade, que estimulem o pensamento crítico, o debate, a criatividade e o interesse pela literatura e pela diversidade, com o apoio de professoras e professores e os estudantes.

SOBRE OS AUTORES
Wagner Merije é jornalista, escritor, editor e criador multimedia. Gosta de flores e de cores, de crianças, de gente grande e da natureza. É doutorando na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (Portugal). Conheça seus trabalhos em www.merije.com.br

Dora Merije Scatolini Araújo é uma menina criativa e divertida que adora desenhar, criar histórias e dançar. Nasceu em 2014 e é do signo de gêmeos. Seus desenhos foram bem aproveitados pela criativa Laís.

Laís Coutinho Fonseca é formada em Engenharia e ilustradora em tempo livre. Sua satisfação é alegrar os outros através de sua arte.

DADOS DO LIVRO
Título: O Cotovelo Kovid
Autores: Wagner Merije e Dora Merije
Ilustrações: Laís Coutinho Fonseca
Editora: Aquarela Brasileira Livros
Gênero: Literatura Infanto-Juvenil
Formato: 20 x 20 cm
Número de páginas: 24
ISBN: 978-65-86867-03-9
Depósito legal: 472975/20
Web: www.aquarelabrasileira.com.br/o-cotovelo-kovid
Encomendas: faleaquarela@gmail.com

 

Aquarela Brasileira Livros

Livros são Incríveis! A gente ama!

www.aquarelabrasileira.com.br/aquarela-brasileira-livros

www.facebook.com/aquarelabrasileira

Paulo Freire em Coimbra

“O garoto Regulus: Freireando a vida”, de Paulo Rafael, em Coimbra, Portugal
“A história de Paulo Freire é uma saga. Paulo Rafael, educador, historiador e escritor, de forma lúdica nos convida a conhecer um pouco mais da trajetória do grande educador brasileiro, da infância ao exílio. É uma história que passa por caminhos tortuosos, mas que os aprendizados e a esperança na vida superaram todos os obstáculos. Em sua travessia, o garoto batizado com nome de rei, transformou a si próprio, a todos em volta e nos apresentou uma forma de educar.”
Aquarela Brasileira Livros
capa_O garoto regulus_3d_final
Aproveitando a estadia do autor em Portugal, A Escola da Noite acolhe no Bar/Livraria do TCSB, a  11 de Fevereiro, a apresentação do livro “O garoto Regulus: Freireando a vida”, editado pela Aquarela Brasileira Livros (São Paulo) em Agosto de 2019.
O texto é uma ficção que percorre, pelos olhos de uma criança, parte da trajectória do pedagogo e filósofo brasileiro Paulo Freire (1921-1997).
Nascido pobre e desde cedo órfão de pai, o menino Regulus viaja pela América do Sul, pelos países onde Paulo Freire esteve exilado (Bolívia, Chile), mas também pelo Uruguai e pela Argentina.
Ao longo da viagem, vai encontrando parceiros: Ariano (Suassuna), Manoel (de Barros), Eduardo (Galeano), Solano Trindade, entre outros.
Os relatos destes encontros e os diálogos interculturais proporcionados pela viagem lembram-nos a actualidade do pensamento de Paulo Freire e convidam-nos a reflectir sobre a conjuntura social e política que marca os nossos dias, na América Latina e noutras zonas do Mundo.
Para além do texto original, o livro agora apresentado inclui o guião da adaptação teatral feita pela actriz Paula Cortezia, xilogravuras de Lonko Valparaiso (chileno de origem Mapuchi), ilustrações de Romildo Ibeji e da criança Luna Manoela, posfácio do poeta e cordelista pernambucano Esio Rafael, prefácio do professor de história Ricardo Yuzo Nakanishi e apresentação de Lutgardes Costa Freire, filho de Paulo Freire.
A apresentação em Coimbra, com entrada livre e a presença de Paulo Rafael, é uma oportunidade para a troca de impressões e a partilha de experiências entre todas as pessoas que se interessam pelos temas da arte, da educação e das ligações entre elas.

Paulo Rafael_Foto_Junior Santos
Paulo Rafael_Foto_Junior Santos
Paulo Rafael
Educador, historiador e escritor nascido em São Paulo, Brasil, Paulo Rafael é autor dos livros “Almas da liberdade” (em parceria com Romildo Ibeji e Stiãojs), “O Mundo cá tem fronteira: Uma Aventura Brasil – Cabo Verde”, entre outros trabalhos. Trabalhou como educador na Secretaria de Estado da Criança, na Rádio Heliópolis e no Instituto Cabo-Verdiano de Menores, em Cabo Verde. Fez investigação para os documentários ‘Ermelino é Luz’ e ‘Um dia de Samba’, de Pedro Dantas.

APRESENTAÇÃO DE LIVRO | CONVERSA
O Garoto Regulus: Freireando a vida
de Paulo Rafael (São Paulo, Brasil)
conversa com o autor mediada por Wagner Merije
11 de Fevereiro de 2020
terça-feira, 18h30
Bar/Livraria do TCSB
entrada gratuita

Lançamento de O garoto Regulus – Freireando a vida

Viva Paulo Freire!

Estão todos e todas convidadas para este encontro de sensibilidades de gente que luta e acredita na educação e na cultura.

Convite_Regulus

O garoto Regulus Freireando a vida

capa_O garoto regulus_3d_final

“O garoto Regulus – Freireando a vida”, novo lançamento da Aquarela Brasileira Livros, convida os leitores para conhecerem a trajetória do educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira, da infância ao exílio

* Obra selecionada para o Prêmio Oceanos 2020

A história de vida de Paulo Reglus Neves Freire (Recife,19/09/1921 – São Paulo, 02/05/1997) é de uma beleza e luta cativantes. É a história de um garoto, batizado com nome de rei, que transformou a si próprio e a todos com quem com ele teve contato. Além de ser um exemplo de ser humano, Freire apresentou ao Brasil e ao mundo uma forma revolucionária de educar.
Regulus, é preciso dizer, significa o pequeno rei. Este seria o sobrenome de Freire, mas o escrivão, por um equívoco, escreveu Reglus. Então o título do livro volta-se ao Regulus.

O legado de Paulo Freire é enorme: ele é um dos brasileiros mais conhecidos em todo o mundo, mas sua trajetória pela América Latina durante o exílio forçado pela ditadura no Brasil ainda carecia de um olhar mais atencioso.

É o que faz Paulo Rafael, historiador, educador e escritor, nesta obra literária que mistura prosa, poesia, música, teatro e imagens, em um trabalho com a marca do coletivo, por contar com vários colaboradores.

Quem assina o prefácio é Lutgardes Costa Freire, que assinala: “Paulo Rafael traça um percurso bastante interessante da relação simbiótica que existe entre Paulo Freire, meu pai, e sua passagem pela América Latina enquanto um todo. Meu pai sempre teve uma grande paixão pela América Latina, assim como também era bastante admirado por ela. Não foi por acaso que em Santiago do Chile ele escreveu a sua obra-prima, Pedagogia do Oprimido. Ele costumava dizer, que aprendeu muito durante sua passagem pelo Chile, país que o ajudou muito e a todos nós, filhos e filhas, assim como a minha mãe.”

Em tempos de acirramento dos ânimos políticos no Brasil pós-golpe e da perseguição das milícias virtuais e de alguns integrantes do governo Bolsonaro a Paulo Freire, Lutgardes é categórico em afirmar que se não tivesse sido acolhido no Chile. “acredito que os militares teriam matado o meu pai, se ele tivesse ficado no Brasil”.

Ao longo de sua caminhada pela vida, Freire fez inúmeros amigos. Paulo Rafael, nesse seu mapeamento afetivo e geográfico, lembra-nos de Ariano Suassuna, Solano Trindade, Pablo Neruda, Eduardo Galeano, Violeta Parra, Víctor Jara, Salustiano, J. Borges, fora outros mestres e conhecidos.

A poesia e a música (maracatu, frevo, samba, os ritmos latinos), o teatro, as paisagens latinas, os tipos físicos que Freire vai encontrando pelo caminho, tudo compõe a história, de leitura agradável e acessível para todas as idades. “Paulo Rafael lê o mundo como meu pai; ele descreve todo um cenário, com os olhos de uma criança, e meu pai dizia: ‘eu nunca esqueci a criança que fui…’”, destaca Lutgardes, que arremata: “Vale a pena ler essas pequenas, mas riquíssimas páginas de Paulo Rafael, que é um grande contador de histórias.”

“O garoto Regulus – Freireando a vida” conta ainda com xilogravuras e ilustrações de Lonko Valparaiso, chileno de origem Mapuchi, artista popular em Valparaíso, Chile, e de Romildo Ibeji, escritor e ilustrador paulistano, além de uma versão para teatro elaborada junto com integrantes do grupo Los Reguluz.

Os lançamentos estão previstos para lugares diversos, a começar por São Paulo capital, em comemoração ao aniverário de Paulo Freire, e passará por escolas de várias cidades e estados do Brasil e de outros países, como Portugal (Coimbra, Abrantes, Lisboa, Porto).

Com esse novo lançamento a Aquarela Brasileira Livros se orgulha de trazer mais uma publicação de inestimável valor para a cultura e a memória do povo brasileiro.

SOBRE O AUTOR

Paulo Rafael_Foto_Junior Santos
Paulo Rafael_Foto_Junior Santos

Paulo Rafael é historiador, educador e escritor, autor dos livros “Almas da liberdade” (Aquarela Brasileira Livros, 2017, em parceria com Romildo Ibeji e Stiãojs), “O Mundo cá tem fronteira: Uma Aventura Brasil – Cabo Verde”, entre outros trabalhos. Nasceu em São Paulo, no bairro da Mooca, em 25 de janeiro. Trabalhou como educador na Secretaria de Estado da Criança, na Rádio Heliópolis e no Instituto Caboverdeano de Menores, em Cabo Verde – África. Desenvolveu pesquisa para os documentários ‘Ermelino é Luz’ e ‘Um dia de Samba’, de Pedro Dantas.

DADOS DO LIVRO
Título: O garoto Regulus Freireando a vida
Autor: Paulo Rafael
Editora: Aquarela Brasileira Livros
Gênero: Prosa, Poesia
Formato: 13,5 x 17,5 cm
Número de páginas: 44
ISBN: 978-85-92552-15-2
Web: www.aquarelabrasileira.com.br/o-garoto-regulus-freireando-a-vida
Encomendas: faleaquarela@gmail.com

 

www.aquarelabrasileira.com.br/aquarela-brasileira-livros
www.facebook.com/aquarelabrasileira

Manifesto da Abundância

Sobre amor às artes, expertise e atenção…

E sobre…

E sobre ser escolhido e escolher fazer arte…

E sobre escolha ou condenação…

E sobre educar e aprender…

E sobre a Academia…

E sobre a Língua Portuguesa…

E sobre respeito e convivência com a diversidade…

 

E sobre… nós…

nós

 

Nisto acreditamos…

 

Prosperidade!

O universo é abundante de recursos, de bondades e recompensas.

 

Reconhecemos na linguagem da arte a pluralidade de sentidos como traço definidor.

O mundo é uma obra aberta.

Vamos expandir nossas fronteiras, vamos romper com os paradigmas.

 

O sol há de brilhar mais uma vez.

O amor será eterno novamente.

 

 

 

Mobinho na Aquarela

 

MVMOB_logo FINAL alta

 

Logo logo teremos novidades para toda a Família do Mobinho.

Enquanto isso, visite nossa rede e comunidade virtual:  www.mvmob.com.br

Mobimento – Educação e Comunicação Mobile

Mobimento_Wagner Merije_capa final
“MOBIMENTO” ABORDA FENÔMENO MOBILE

Mobimento – Educação e Comunicação Mobile”, livro de Wagner Merije, aborda o fenômeno “Mobile”, contando a história do celular no Brasil e no mundo, sua aplicação na educação e na cultura e a trajetória do MVMob – projeto idealizado e desenvolvido pelo autor que promove produção de conteúdos audiovisuais com celulares nas escolas. A publicação é voltada a educadores, estudantes e interessados no universo mobile, tecnológico e de comunicação

Em pouco mais de 20 anos no Brasil, o celular mudou e continua mudando o dia-a-dia do brasileiro. Hoje o Brasil tem mais telefones celulares do que habitantes e já somos o quinto país do mundo com maior número de celulares e acessos móveis. A União Internacional de Telecomunicações considera que o celular é a tecnologia mais rapidamente adotada de toda história, em todo o mundo.

O livro explica o que está por trás desse fenômeno, já que considera a mobilidade um caminho sem volta. Apresenta reflexões para a comunicação e a educação. Trata de mobilidade, construção interativa de conhecimento e a apropriação dos aparelhos celulares como ferramentas pedagógicas. Os temas específicos abordados incluem Convergência e Mobilidade, Cultura Mobile no Brasil e no Mundo, Educação Móvel, O papel do Educador na Era Digital, Minha Vida Mobile – MVMob, Cidadania Mobile: Sustentabilidade, Saúde, Meio Ambiente e Ética.

“A intenção é sensibilizar para as possibilidades educativas que o celular pode trazer”, explica Wagner Merije, que não acredita em proibições a celulares feitas por muitas instituições de ensino e propõe aliar a tecnologia à educação como forma de agregar qualidade aos conteúdos desenvolvidos na escola.

Um dos capítulos do livro apresenta um pouco do projeto Minha Vida Mobile – MVMOB –, que vem sendo desenvolvido desde 2005. Compartilhar as experiências adquiridas com a integração do celular à educação, vivenciadas no projeto, fornece aos educadores e interessados no assunto um importante material de aplicações concretas que levam os estudantes a desenvolverem, de maneira prazerosa e envolvente, habilidades essenciais como interpretação, síntese, criticidade, organização, autonomia, criatividade, entre outras.

Neste livro você vai encontrar tudo aquilo que sempre quis perguntar sobre o telefone celular (ou mobilephone, telefone móvel, telemóvel) e nunca teve coragem de perguntar. Dezenas de ideias são apresentadas para potencializar o seu celular e aprender coisas novas. É dirigido a educadores, estudantes, interessados no universo mobile, apaixonados por tecnologia e comunicação, em especial para quem tem o celular como um amigo e companheiro. Mas lembrando de Paulo Freire, a ferramenta está a serviço da humanização, não o contrário.

A obra foi um dos destaques durante a 22ª Bienal Internacional do Livro, que ocorreu de 9 a 19 de agosto de 2012 no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. No ano seguinte foi finalista do Prêmio Jabuti 2013, na categoria “Educação”, e entre outros voos, pode ser consultada em bibliotecas de várias partes do Brasil e de outros países, inclusive na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.

 

Sobre o autor
Wagner Merije é escritor, jornalista, doutorando na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra/Portugal. Atua como comunicador, gestor cultural, arte-educador e realizador audiovisual. Tem cursos de formação e especialização no Brasil e na Inglaterra. Desenvolve projetos interativos e multimídia desde 1997. Foi um dos primeiros gestores de conteúdo mobile do Brasil e de lá para cá tem o celular como grande aliado. Idealizou e faz a gestão do projeto cultural e educativo Minha Vida Mobile – MVMob (www.mvmob.com.br). Publicou os livros  Astros e Estrelas – Memórias de um jovem jornalista em Londres (2017), Mexidinho (2017), Cidade em transe (2015), Viagem a Minas Gerais (2013), Torpedos (2012), Mobimento – Educação e Comunicação Mobile (2012) e Turnê do Encantamento (2009), lançados em alguns dos principais eventos literários do país. Sua escrita também está em antologias e em outras mídias. Tem músicas em discos, filmes, séries e programas de TV. Recebeu os prêmios Sesc Sated (2003), Prêmio Tim da Música Brasileira (2005), Rumos Itaú Cultural (2008), Inovação Educativa Fundação Telefônica – OEI (2011) e Prêmio da Música Brasileira (2013). Mantém o site www.merije.com.br

 

FICHA TÉCNICA
Título: Mobimento – Educação e Comunicação Mobile
Autor: Wagner Merije
Formato: 16 x 23 cm
Nº de páginas: 128
ISBN: 978-85-7596-262-6
Preço: 35,00

Informações para a imprensa, encomendas, entrevistas com o autor:
faleaquarela@gmail.com

SAIBA MAIS:
www.mvmob.com.br/noticias#!mobimento-educacao-e-comunicacao-mobile

www.mvmob.com.br