Arquivo da categoria: Loja

Aquarela Brasileira na Pátio 42: Mercado + Arte

Pátio 42_logoNo sábado, 27/08/2016, a Aquarela Brasileira participa do evento Pátio 42.

Estaremos lá com nosso stand com livros, camisetas, DVDs, CDs e outros presentes artísticos bacanas.

A programação conta com feira de arte impressa + mesa de conversa + música + comidinhas – ENTRADA GRATUITA!

No Pátio 42 sempre há um debate com 4 palestrantes sobre 2 temas. A mesa deste sábado será sobre mercado e arte e terá a participação de Adriana Terra (Red Bull Station), Alexandre Sato (coletivo oitentaedois), Madô Lopez (Vadia Project) e João Varella (Lote 42). Começa às 16h20 e a participação é gratuita.

A discotecagem do Pátio 42 será de Debora Mello, do Coletivo Trama, que dá mais visibilidade feminina na música. Serão ritmos livres, do afro ao leste europeu, de orgânicos ácidos à música eletrônica, do folclórico ao espacial.

O Pátio 42 rola sempre no 4º sábado de cada mês na Unibes Cultural, que fica na Rua Oscar Freire 2.500 (vizinha do metrô Sumaré), na cidade de São Paulo.

Trinta Anos-Luz na Casa das Rosas

O lançamento do livro “Trinta Anos-Luz Poetas celebram 30 anos de Psiu Poético” na Casa das Rosas, em São Paulo,  no dia 29/07/2016,  foi uma noite de celebração poética e de encontros.

Participaram poetas e artistas de estados e gerações diferentes, como Aroldo Pereira, Vanderley Mendonça, Wagner Merije, Rosani Abou Adal, Fatel Barbosa, Mavot Sirc, Mané do Café, Wilton Silva, Nego Blue, Rogéres Maia Gusmão, Djalma Allegro, dentre outros.

Próximos lançamentos: Rio de Janeiro (17/09) e Montes Claros (de 04 a 12/10)

Confira algumas imagens:

Trinta Anos-Luz: poetas celebram 30 anos de Psiu Poético

Psiu Capa Psiu 4a Capa

30 ANOS DE HISTÓRIA CONTADA COM POESIA

Antologia celebra 30 anos do Salão Nacional de Poesia Psiu Póetico

Trinta afiados poetas de diversas regiões do País reunidos em um livro que representa 30 anos do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético – um objeto estético que tem o desafio de atravessar, pelo menos, mais três décadas de poesia.

Trata-se de “Trinta Anos-Luz: poetas celebram 30 anos do Psiu Poético”, título da antologia poética organizada pelos poetas Aroldo Pereira (MG), Luis Turiba (RJ) e Wagner Merije (SP) e que será lançado nacionalmente pela Aquarela Brasileira Livros, de São Paulo.

Esta antologia reúne algumas/alguns das(os) poetas mais criativos e originais em atividade. Fazem parte Adri Aleixo, Ana Elisa Ribeiro, Anelito de Oliveira, Antônio Wagner Rocha, Aroldo Pereira, Celso Borges, Cristiano Ottoni de Menezes, Demetrios Galvão, Éle Semog, Jairo Fará, João Diniz, Karla Celene Campos, Lia Testa, Luis Turiba, Márcio Adriano Moraes, Marlene Bandeira, Marli Fróes, Mirna Mendes, Murilo Antunes, Nicolas Behr, Noélia Ribeiro, Olivia Ikeda, Patrícia Giseli, Renilson Durães, Rômulo Garcias, Ronald Augusto, Sandra Fonseca, Vanderley Mendonça, Virna Teixeira e Wagner Merije.

O primeiro de uma série de lançamentos pelo país acontece no próximo dia 10 de junho no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, a partir das 20:00 horas.

A partir das 19:00 horas, o poeta Aroldo Pereira fará uma palestra sobre a história dos “30 anos de Psiu Poético – a grande Festa da Poesia Brasileira em Minas Gerais”, na sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes. O Salão de Poesia, um movimento cultural, sempre acontece no mês de outubro entre os dias 04 e 12 na cidade de Montes Claros, norte de Minas Gerais, vizinha do Vale do Jequitinhonha.

O segundo lançamento do livro será em Brasília (cidade em que nasceu o Psiu Poético dentro dos corredores da UnB) dia 29 de junho, na livraria Sebinho, antecipado pela palestra proferida por Aroldo Pereira no Beijódromo da Fundação Cultural Darcy Ribeiro, no campus da UnB. Na segunda quinzena de julho, o Psiu Poético receberá homenagem da Universidade Federal no Inverno Cultural de São João Del Rey, onde também haverá uma palestra e o lançamento do livro.

A antologia é saudada por dois professores pós-doutores em Literatura, além de um texto de apresentação do cantor e compositor Jorge Mautner, que sempre frequentou o Psiu Poético. Coube ao professor-poeta Anelito de Oliveira, que viu o Salão nascer na década de 80, pois é titular da Universidade Estadual de Montes Claros, parceira do projeto, escrever um pequeno ensaio sobre a aventura estética da edição. Crítico literário, Anelito é ex-editor do Suplemento Literário de Minas Gerais (1999-2003).
Segundo ele, “Trinta Anos-Luz…” parece “mais produtivo, mais inquietante, da perspectiva de um ‘fluxo’ do que da perspectiva de um ‘fixo’, recordando as categorias do grande Milton Santos: mais como um movimento num processo infinito do que como um lugar de chegada, uma conclusão.

Não só porque várias outras antologias reunindo poemas de participantes do evento foram editadas pela editora Plurarts, do poeta Wagner Torres, editora Millennium, com o poeta Dário Cotrim, e a editora Catrumano, do poeta Jurandir Barbosa, nos últimos anos, mas porque o registro escrito nunca correspondeu à totalidade do Psiu Poético, apesar de ter sido, e continuar sendo, a parte estruturante do evento. Aqui, como nas demais antologias já publicadas, sentimos, sobretudo, a impossibilidade de apresentação do Psiu em sua integralidade, seu caldeirão de linguagens, que paradoxalmente faz deste livro uma metáfora precisa do que é o evento: algo incontível, transbordante, sertânico, glauberiano, riobáldico, mas fundamentalmente pereiriano, vinculado ao fervor criativo de Aroldo Pereira, um poeta ‘full time’.”

Para Anelito, não se trata de uma antologia empenhada em legitimar nomes, “até porque muitos aqui já estão legitimados, mas antes de uma mostra que visa configurar um desenho, tanto quanto possível, sobre o Psiu Poético, revelando, a partir da pluralidade de linguagens, o traço distintivo, referencial do Psiu Poético, que é o convívio dos diferentes como diferentes, sem que seja necessário suprimir suas diferenças.“

A professora Ivone Daré Rabello, do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, no seu texto-comentário, afirma que a antologia reúne ”muitas vozes, muitos temas, muitos modos de expressão. Nesta antologia, escrita a trinta mãos, o interesse não está na diversidade de pontos de vista, escolhas de linguagem, opções imagéticas e estilísticas. Nem na dificuldade em atingir de fato a plena realização formal. Essa diversidade e essa dificuldade são seus pressupostos. O interesse mais autêntico está nas surpresas e nas ponderações a que ela nos conduz.”
Visite o sitio www.psiupoetico.com.br

Dados técnicos do livro
Título: Trinta Anos-Luz : Poetas celebram 30 anos de Psiu Poético
Editora: Aquarela Brasileira (aquarelabrasileira.com.br)
Gênero: Poesia
Formato: 16×23 cm
Número de páginas: 200
ISBN: 978-85-92552-01-5
Preço: R$ 35,00

……… AGENDA DE LANÇAMENTOS ………
2016
Junho
Belo Horizonte/MG – Palácio das Artes – 10/06

Brasília/DF – Sebinho e Beijódromo da Fundação Darcy Ribeiro – 29/06

Julho
São João Del Rey – UFSJDR – 15/07

São Paulo  – Casa das Rosas  – 29/07

Setembro
Rio de Janeiro – Galeria Índica Arte e Design – 17/09

 

aquarela brasileira_logo_final

A arte do Brasil em primeiro lugar

Em breve teremos uma nova loja Aquarela Brasileira para você adquirir todas as nossas criações e lembranças de outros criadores e parceiros.

AGUARDE!!!

 

 

Aquarela Brasileira e MVMob juntos

É uma parceria antiga e agora se torna oficial.
A Aquarela Brasileira administrará alguns serviços e cuidará da gestão de alguns projetos do MVMob – Minha Vida Mobile.
O MVMob é um projeto bem-sucedido, realizado em vários estados do Brasil, e essa parceria valoriza ainda mais o trabalho da Aquarela Brasileira.

MVMOB_logo FINAL alta

CELULAR: “DE VILÃO A ALIADO”

O projeto Minha Vida Mobile – MVMob capacita estudantes e educadores para produção de conteúdos audiovisuais com celulares, bem como para o uso das TICs para integrar escolas e comunidades em projetos multimídias de construção e compartilhamento de conhecimento.
As atividades do MVMob geram exercícios de interpretação, síntese, categorização, criticidade, organização, relação grupal, autonomia, criatividade, num processo de articulação da alfabetização visual com os saberes da prática social dos educandos. E tudo isso de uma maneira mais prazerosa e envolvente para os estudantes, pois inclui um objeto que faz parte da sua cultura cotidiana e com o qual eles têm intimidade: o celular.

MobinhonaEscola

Construção Interativa de Conhecimento
O MVMob realiza oficinas práticas de produção de vídeos, fotos, áudios e notícias com o celular, produz tutoriais e materiais de subsídio pedagógico, organiza mostras itinerantes de trabalhos criados por estudantes e educadores e premia os participantes mais destacados.
Além disso, disponibiliza um portal em forma de rede de aprendizagem interativa e intercâmbio cultural aberto e gratuito, acessível no endereço www.mvmob.com.br Trata-se de ambiente de aprendizagem online (em expansão), com conteúdos educativos e que pode ser acessado pelo celular ou do computador, de qualquer lugar, a qualquer hora, para aprender, ensinar, compartilhar e conhecer experiências de participantes de várias partes do país.

Ligando o Mobinho_250211

Inclusão criativa e democratização do acesso
O MVMob trabalha com metodologias, linguagens e conteúdos para estudantes e educadores de realidades diversas. O público participante, inicialmente, era formado por estudantes e educadores do ensino médio. Contudo, no desenvolvimento do projeto, foram surgindo oportunidades para trabalhar com outros públicos. Assim, os horários, a linguagem e a metodologia foram flexibilizados para garantir a participação dessa diversidade.
Dessa forma, passamos a trabalhar com os seguintes públicos: Educação de Jovens e Adultos (EJA), LGBTTS, terceira idade, universitários, trabalhadores de museus e participantes de festivais de cinema.

18052010445

Para viabilizar a participação gratuita e aberta, o projeto conta com o incentivo das leis de incentivo à cultura e de parcerias com a iniciativa privada e o governo.
O MVMob – Minha Vida Mobile foi criado em 2005 em Minas Gerais para oferecer subsídios teóricos e práticos para que educadores e estudantes incorporassem o uso das linguagens midiáticas no cotidiano da escola, como ferramentas de complementação ao processo de ensino-aprendizagem.
De 2008 a 2012 o MVMob contou com patrocínio da operadora de celulares VIVO, através das Leis de Incentivo à Cultura estaduais. A partir daí o projeto começou a ser ampliado e levado para vários estados, como São Paulo, Bahia, Pernambuco, Pará, Goiás, Rio Grande do Sul, Ceará, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Tocantins, Mato Grosso, entre outros.

Com a seriedade da proposta de trabalho e ações efetivas, o projeto foi reconhecido em 2011 como “Inovação Educativa” pela Fundação Telefônica, em parceria com o Instituto para o Desenvolvimento e a Inovação Educativa da OEI (Organização dos Estados IberoAmericanos).

GaleraMVMobnoRedeLab_250220112281

LINKS
www.mvmob.com.br

MVMob na GloboNews: www.mvmob.com.br/trabalho#!mvmob-na-globonews-programa-navegador

Mini-doc sobre a história do MVMob: www.mvmob.com.br/trabalho#!doc-mvmob-instrumento-de-transformacao-social-its

Livro “Mobimento – Educação e Comunicação Mobile”:
www.mvmob.com.br/noticias#!mobimento-educacao-e-comunicacao-mobile

MobinhoRodrigoeRaul_240220112259


PEQUENO RAIO X DO MINHA VIDA MOBILE

Prêmio “Inovação Educativa” pela Fundação Telefônica em parceria com o Instituto para o Desenvolvimento e a Inovação Educativa da OEI (Organização dos Estados IberoAmericanos).

Mais de 1.500 escolas cadastradas participantes

Estados onde as atividades do projeto estão sendo desenvolvidas: Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Pernambuco, Goiás, Tocantins, Santa Catarina, Mato Grosso, Ceará, Pará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, entre outros

As oficinas e outras atividades do MVMob já foram realizadas em cerca de 150 municípios do país

Cerca de seis milhões de pessoas atingidas pelas ações e repercussão na mídia

Mais de 150 oficinas gratuitas ministradas

Mais de 7.000 pessoas capacitadas (estudantes, educadores, atores, profissionais de artes cênicas, profissionais de museus, pais de alunos e agente multiplicadores)

Mais de 6.000 participantes inscritos (de todo o Brasil) no portal, na rede de aprendizagem interativa e intercâmbio cultural www.mvmob.com.br

Mais de 4.000 vídeos, 5.000 fotos e 500 peças de áudio produzidas pelos participantes

Mais de dois milhões e meio de reais em retorno de mídia espontânea – nacional

ALGUNS RESULTADOS ALCANÇADOS

Novos olhares para o papel das TICs na educação a partir da experiência do uso dos dispositivos na construção e expressão de saberes, em diferentes linguagens. Contrapondo a prática de receptor passivo de informações das mídias.

Ruptura do paradigma de quê o professor deve ser o detentor do saber e não pode contar com os saberes prévios e técnicos dos seus alunos na construção colaborativa do conhecimento.

Experiências efetivas da Educação em direitos humanos inserida no currículo escolar: trabalhos sobre sexualidade, diversidade étnicorracial, gênero, educação socioambiental, violências, direito à educação, dentre outros.

Experiências da força expressiva e criativa de educadores e educandos, que colaboram para a ação transformadora

Metodologias, linguagens e conteúdos para estudantes e educadores de realidades diversas: estudantes e educadores do ensino médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), LGBTTS, terceira idade, universitários, trabalhadores de museus e participantes de festivais de cinema.

PRINCIPAIS PRODUÇÕES

•Materiais de subsídio pedagógico produzidos e distribuídos nos espaços de formação e disponibilizados para download no portal;

• 6 DVDs (MG, BA, SP) que reúnem Mostras Culturais das produções realizadas;

•Portal de educação e cultura do Brasil, disponível para consulta, socialização e intercâmbio de trabalhos de diferentes temas e linguagens.

•Livro Mobimento: Educação e Comunicação Mobile, de Wagner Merije . São Paulo: Peirópolis, 2012 – Finalista do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Educação

•3 Manuais e Guias, 3 edições da Revista Universo Pictórico

aquarela brasileira_logo_final

Aquarela Brasileira é um ateliê multimídia que desenvolve projetos sustentáveis nas áreas de Cultura, Educação, Esporte, Tecnologia, Empreendedorismo e Meio Ambiente para ajudar estudantes, educadores, criadores, governos e empresas a construir um mundo melhor.

Aquarela Brasileira Livros - saiba mais

Aquarela Brasileira Imagenssaiba mais

Aquarela Brasileira Musicsaiba mais

 Aquarela Brasileira Exposições – em breve

Conheça a Aquarela Brasileira Multimidia.
Navegue pelo nosso website e descubra um mundo de possibilidades.

Faça contato conosco: faleaquarela@gmail.com

 

São Paulo/SP – Brasil